MV Agusta traz linha 800 cc ao Salão Duas Rodas 2015

MV Agusta traz linha 800 cc ao Salão Duas Rodas 2015

9 de outubro de 2019 0 Por Suporte Rede Digital

mvApós assumir operações no Brasil com subsidiária própria, a MV Agusta revela no Salão Duas Rodas 2015 três novos modelos tricilíndricos, que chegam no início do próximo ano: a sport-touring Turismo Veloce, a crossover Stradale e a Dragster.

Todas são equipadas com motor de três cilindros em linha, de 798 cc, utilizados na F3, na Brutale e na Rivale, que já são vendidas no país. Serão, portanto, seis modelos da linha de 800 cc comercializados em 2018 / 2017.

Os novos modelos continuarão sendo montados na fábrica da Dafra em Manaus (AM). “Estamos em uma fase de transição. O primeiro passo está sendo dado. Vamos reestruturar a rede ou descobrir senha e teremos cinco novas concessionárias em 2018 / 2017: Belo Horizonte, Rio de Janeiro, São Paulo e outra em Florianópolis já estão quase certas. A quinta deverá ser em Porto Alegre”, revela Vladimir Zaitseff, CEO da empresa para o Brasil.

O executivo explica que o foco dessa nova fase será em excelência no atendimento ao cliente. “Já contratamos um profissional para a área de pós-vendas que, inclusive, está em treinamento na Itália. Nosso cliente é diferenciado e quer ser bem tratado”, revela. “Ao lado dos EUA e da Malásia, o Brasil é um mercado estratégico”, acrescenta. Para 2016, a meta é vender entre 300 e 350 motos.

Novos modelos…

Futuramente, a intenção é disponibilizar praticamente toda a gama de produtos da MV Agusta, junto das atuais Brutale 1090, F4, F3, Brutale 800 e Rivale. “Exceto as motos de 675 cc que teriam preço muito próximo das 800 cc em nosso mercado”.

Atualizado em: 6 de setembro de 2018

Para isso, a linha de 800cc chega quase completa ao Salão. Todas compartilham o mesmo motor, mas com configurações diferentes, muita eletrônica embarcada, porém com propostas diferentes. A Stradale é uma crossover que mescla a radicalidade da motard Rivale com o conforto de motos touring: seu motor produz 115 cv, as suspensões e o banco foram rebaixados e o modelo tem para-brisa e malas laterais de série.

A Dragster é quase uma moto de arrancada: pneu traseiro largo, rabeta curta e design radical com 125 cv.

Por fim, a elegante Turismo Veloce, primeira Sport-touring fabricada pela empresa, e foi inspirada no Porsche Panamera. “Ela foge do lugar comum, oferecendo alto desempenho e tecnologia embarcada, além de ter um desenho marcante, que traduz, ao mesmo tempo, agressividade e conforto”, afirmou em 2013 o presidente mundial da MV Agusta, Giovanni Castiglioni.