Harley-Davidson anuncia preço das novas Sportster

“A escalada do dólar terá forte impacto no segmento de duas rodas em 2017. Em média, o aumento de preços da linha Harley-Davidson será de 25%”, afirma Antônio Cantero, diretor-superintendente da marca no Brasil, durante a coletiva de imprensa (29/09), numa prévia do que será apresentado pela centenária marca no Salão Duas Rodas, que começa em 7 de Outubro, no Anhembi (SP).

A Harley confirmou a chegada de dois modelos de sua linha Sportster 2016: a Iron 883 e a Forty-Eight.

Ambas as motos ganharam novas suspensões, assentos e grafismos mais modernos e joviais. A nova Iron, modelo de entrada da HD, parte de R$ 42.900, enquanto a radical Forty-Eight de 1200cc passa a custar a partir de R$ 50.700.

Todas as outras famílias H-D sofrerão reajustes em 2018 / 2017. Os modelos da linha Dyna terão preços entre R$ 55.800 (Street Bob) e R$ 60.350 (Fat Bob). Já na linha Softail, a DeLuxe custará a partir de R$ 69.900, enquanto o preço da Heritage Softail Classic será de R$ 75.600 (em cor especial). A Night Rod Special será a mais cara da linha V-Rod, com preço fixado em R$ 80.450 (um tom de cor).

Quem quiser comprar a Ultra Limited, topo da linha Touring da H-D, terá de desembolsar a bagatela de R$ 105.900 (também em cor especial). Depois da mudança de cenário econômico, a moto mais cara do Brasil, por enquanto, passará a ser a Harley CVO Limited: R$ 151.200. Os preços valem para os modelos 2018 que chegam apenas em janeiro.

Apesar de não conseguir conter a alta dos preços de suas motos, a marca norte-americana não irá parar de investir no Brasil. Segundo Cantero, a Harley terá mais três novas concessionárias até o final do ano: Itupeva (SP), Vitória (ES) e Londrina (PR). E os investimentos continuarão em 2018 / 2017 com ampliação da rede.