Facebook informou que encerrou 5,4 bilhões de contas falsas este ano

Facebook informou que encerrou 5,4 bilhões de contas falsas este ano

13 de novembro de 2019 0 Por Suporte Rede Digital

O Facebook anunciou que fechou 5,4 bilhões de contas falsas entre janeiro e setembro de 2019.

No novo relatório do Community Standards Enforcement da empresa de mídia social , divulgado na quarta-feira, o Facebook revelou que as contas falsas removidas abrangiam cerca de 5% dos usuários ativos da plataforma.

O número de 5,4 bilhões é comparado a cerca de 3,3 bilhões de contas falsas que foram removidas em todo o ano de 2018.

“Estimamos que as contas falsas representem aproximadamente 5% de nossos usuários ativos mensais (MAU) no Facebook no segundo e terceiro trimestres de 2019. Existem dois tipos de contas que identificamos como falsas: abusivas e classificadas erroneamente pelo usuário”, escreveu o Facebook.

A empresa de Menlo Park, na Califórnia, disse que, nos últimos seis meses, melhorou sua “capacidade de detectar e bloquear tentativas de criar contas falsas e abusivas. Podemos estimar que todos os dias impedimos milhões de tentativas de criar contas falsas usando esses sistemas de detecção.”

“Como estamos bloqueando mais tentativas de criar contas falsas e abusivas antes mesmo de serem criadas, há menos para desabilitar e, portanto, as contas acionadas diminuíram desde o primeiro trimestre de 2019. Das contas que acionamos, a maioria foi capturada em poucos minutos de registro, antes de se tornarem parte da nossa população mensal de usuários ativos (MAU) ”, escreveu.

O CEO Mark Zuckerberg disse que a remoção de contas falsas mostra que a empresa está levando a questão a sério.

Atualizado em: 6 de setembro de 2018

“Como nossos números são altos, não significa que haja muito mais conteúdo prejudicial. Significa apenas que estamos trabalhando mais para identificar esse conteúdo e é por isso que é mais alto ”, afirmou ele em uma teleconferência, informou a CNN.

Além disso, a empresa afirmou que detectou proativamente conteúdo afiliado a organizações terroristas 98,5% das vezes no Facebook e 92,2% das vezes no Instagram, informou a Reuters .

O Facebook também removeu mais de 11,6 milhões de conteúdos que tratavam de nudez infantil e exploração sexual de crianças, segundo o relatório.

Em um post de blog, o Facebook também disse que retirou milhões de peças que violavam direitos autorais.

“Durante esse período de relatório, retiramos 3.234.393 partes de conteúdo com base em 568.836 relatórios de direitos autorais, 255.222 partes com base em 96.501 relatórios de marcas registradas e 821.727 partes com base em 101.582 relatórios falsificados”, escreveu a empresa .