Carros a diesel: depois da Toyota agora é a vez da Suzuki abandonar a fabricação

Diesel em queda pelo mundo. As vendas de carros a diesel no Reino Unido caíram quase 40% (37,1%) em março, com os motoristas se tornando cada vez mais preocupados com o tipo de combustível e sua longevidade.
A participação de mercado de carros a diesel também caiu para 43,5%, para 32,4% no mesmo período de tempo.
No mês passado, a Toyota anunciou que não mais venderia carros a diesel na Grã-Bretanha a partir de dezembro.
Além disso, a Subaru anunciou que venderia seu estoque atual de diesel, mas não mais fabricaria.
Agora, a Suzuki está se juntando aos fabricantes de automóveis voltando suas costas para o diesel.
Atualmente, apenas um motor a diesel é oferecido pelo fabricante japonês – o DDiS de 1.6 litros – no Vitara e SX4 S-Cross.
Um porta-voz da Suzuki disse: “Devido à demanda muito baixa por modelos de motores a diesel na linha Suzuki do Reino Unido, os derivados DDiS da Vitara e SX4 S-Cross para o Reino Unido cessaram temporariamente a produção”.
“Isso se deve à demanda muito maior dos modelos a gasolina Boosterjet e ao consumo real de combustível que eles atingem.
“Os modelos de motores a diesel estarão disponíveis apenas em estoque existente.”
A Suzuki afirmou que a produção desses modelos “cessou temporariamente”, mas é improvável que comece a vendê-los novamente.
Pouco mais de 1.000 unidades a diesel foram vendidas pela Suzuki no Reino Unido no ano passado e a escolha de parar de vender diesel é baseada apenas na demanda e nada a ver com emissões.
Emissões de carros a diesel estão ligados a condições respiratórias, como asma, doenças cardíacas e doença de Alzheimer.