Brasil pode ganhar nova geração do VW Golf em 2017

Há muito tempo se fala sobre a possível atualização do Golf no Brasil. Particularmente, já perdi a conta de quantos boatos ouvi sobre o assunto. Agora, porém, surge uma nova esperança, ainda que distante, para os fãs do carro: o presidente da Volkswagen do Brasil, Thomas Schmall, disse durante uma conversa com o jornalista Boris Feldman que o hatch médio ganhará uma nova geração nos próximos três anos. A má notícia é que as revelações do executivo pararam por aí e não se sabe detalhe algum sobre o modelo.

Não é de hoje que o Golf nacional  está precisando de uma atualização. O modelo está mo mercado há mais de uma década sem alterações profundas, passando apenas por uma reestilização. Já o europeu está duas safras à frente. Como se não bastasse,  a diferença entre os dois deverá aumentar em breve, pois a sétima geração do hatch é esperada para setembro de 2012, durante o Salão do Automóvel de Paris.

Além do ano de lançamento, outras incertezas pairam sobre a nova geração Golf a ser comercializada no Brasil. Uma das dúvidas diz respeito à produção: não se sabe se o veículo continuará saindo da planta paranaense de São José dos Pinhais ou se será importado da Argentina ou do México.

A Volkswagen já anunciou que o Golf VII terá processo de fabricação mais enxuto em termos de custos, sem contudo deixar o refinamento técnico de lado. E em breve a concorrência ficará mais acirrada, com a renovação completa de Focus e i30, além da chegada de Cruze hatch e 308. Por enquanto, tudo parece cooperar com o lançamento da sétima geração do hatch germânico ao país.